Províncias

"Feira do mosquiteiro" em Ondjiva

Mais de quatrocentos mosquiteiros impregnados foram expostos domingo, na cidade de Ondjiva, província do Cunene, na “feira do mosquiteiro”, promovida pela Direcção Provincial da Saúde.

No local foram efectuados testes de malária que registaram grande adesão da população
Fotografia: Jornal de Angola

Mais de quatrocentos mosquiteiros impregnados foram expostos domingo, na cidade de Ondjiva, província do Cunene, na “feira do mosquiteiro”, promovida pela Direcção Provincial da Saúde.
O coordenador provincial do programa de combate à malária na na província, Lucas Mbundo, referiu à agência Angop que a feira teve o concurso da Igreja Anglicana ligada ao projecto transfronteiriço Angola/Namíbia e do programa cubano de luta anti-larval que montaram a exposição em duas tendas gigantes.
 No local fizeram-se testes rápidos de malária, registando-se uma grande adesão da população que procurava também informações sobre a luta contra o paludismo, doença que afecta adultos e crianças.
Os visitantes receberam produtos de desinfecção da água, para a prevenção da diarreia aguda, assim como produtos para destruir as larvas de mosquitos.
 É importante utilizar os mosquiteiros, por ser a melhor forma de prevenção do paludismo, colaborando sempre com a direcção da Saúde na eliminação da doença, disse o coordenador provincial.
 Cerca de três mil preservativos foram distribuídos gratuitamente aos adultos, para se prevenirem contra o VIH/SIDA nas relações sexuais com parceiros diferentes, ou seja, em relações ocasionais.
 Dados estatísticos da Direcção Provincial da Saúde indicam que no primeiro trimestre de 2012 registou-se, a nível das diferentes unidades sanitárias do Cunene, 12.­266 casos de malária no primeiro trimestre do corrente ano, contra 32.376 registados durante igual período de 2011.

Tempo

Multimédia