Províncias

Fornecimento de energia melhorou na Oncócua

Elautério Silipuleni | Ondjiva

O fornecimento de energia eléctrica à comuna de Oncócua, província do Cunene, melhorou consideravelmente, com a inauguração, na terça-feira, de um grupo gerador, com capacidade de 200 KVA.

O fornecimento de energia eléctrica à comuna de Oncócua, província do Cunene, melhorou consideravelmente, com a inauguração, na terça-feira, de um grupo gerador, com capacidade de 200 KVA.
Inaugurado pelo governador provincial, António Didalelwa, durante uma visita ao município do Curoca, para se inteirar do andamento das obras em curso naquela localidade, a fonte de produção de energia, orçadoa em 13 mil dólares norte-americanos, vai minimizar a situação das populações.
 O grupo gerador vai permitir o fornecimento de energia eléctrica às residências da sede da comuna, aos serviços sociais públicos e privados, bem como da iluminação pública.
António Didalelwa considerou importante a implementação deste projecto, visto que a comuna de Oncócua esteve privada de energia eléctrica durante quatro anos.
“Há toda a necessidade da população conservar este bem, para que possa durar muito tempo e permitir que outros projectos, dependentes da energia eléctrica, possam ser assegurados”, disse.
A população expressou a sua satisfação pelos esforços feitos pelo governo, no sentido de devolver alegria às populações de Oncócua, tendo em conta a importância da energia eléctrica.
Joaquim Mutila, soba da comuna de Oncócua, afirmou que a população vai poder conservar os seus frescos e outros produtos, mas lembrou que é necessário investir mais na saúde, educação, água potável, agricultura e melhoramento das vias de acesso.
Durante a sua visita de campo, o governador provincial inteirou-se também do grau de execução do programa de reintegração da comunidade vátua, constituída por nómadas que sobrevivem através da recolha de frutos e da caça.
Cerca de duas mil famílias  está integrada num projecto agrícola.

Tempo

Multimédia