Províncias

Governador ausculta autoridades tradicionais

Nicolau Vasco / Menongue

Autoridades tradicionais do município do Cuanhama, na província do Cunene, solicitaram ontem maior intervenção do Governo na melhoria da qualidade de vida das populações nas zonais rurais.

Fotografia: Venancio Amaral| (Cunene)

Durante o encontro, com o objectivo de apresentar ao governador Kundi Paihama as principais preocupações das comunidades, o soba da comuna da Môngua, Frederico Ndakalengue, lamentou o mau estado das vias que dão acesso às zonas rurais, tendo solicitado a reabilitação das estradas, para facilitar a circulação de pessoas e bens, assim como o combate ao roubo do gado.
Já o soba da comuna do Nehone, Benjamim Sadifange, apresentou como preocupação o aumento considerável da delinquência na sua área de jurisdição, tendo solicitado aos órgãos competentes no sentido de redobrarem esforços no combate a este mal.
Criticou os órgãos de Justiça, pois muitos delinquentes não cumprem as penas correspondentes aos seus actos, sendo muitas vezes soltos, mesmo depois de se ter as provas, ou cumprem apenas alguns dias e voltam a cometer crimes nas mesmas áreas.
O soba da localidade de Oipembe, da comuna de Ondjiva, Emanuel Sanhengange, aplaudiu a realização de mais  encontros que permitam ao Governo ter melhores informações sobre as reais necessidades das comunidades, fazendo com que haja maior aproximação entre o Governo e os governados.
O governador disse que os sobas são os responsáveis e mensageiros indispensáveis na identificação e  solução dos problemas da população, sendo estes conhecedores das comunidades locais.
Kundi Paihama explicou que, apesar do Governo ter conhecimento, as autoridades tradicionais têm um domínio maior das verdadeiras necessidades das comunidades.

Tempo

Multimédia