Províncias

Governador da província do Cunene pede mais empenho aos trabalhadores

Elautério Silipuleni | Ondjiva

O governador da província do Cunene, António Didalelwa, defendeu terça-feira em Ondjiva maior empenho dos trabalhadores no desenvolvimento do país, com vista ao bem-estar dos cidadãos e da estabilidade económica e social da população.

Centenas de funcionários públicos e privados marcharam em prol do Dia Internacional
Fotografia: Mota Ambrósio

O governador da província do Cunene, António Didalelwa, defendeu terça-feira em Ondjiva maior empenho dos trabalhadores no desenvolvimento do país, com vista ao bem-estar dos cidadãos e da estabilidade económica e social da população.
António Didalelwa, que falava numa actividade em torno do Dia Internacional do Trabalhador, referiu ser necessário que todos os funcionários participem de forma activa nos esforços para o crescimento cada vez mais sustentável da sociedade angolana.
Para o governador, o desenvolvimento de Angola depende do empenho dos trabalhadores de diferentes sectores públicos e privados. Para isso, António Didalelwa disse que os empregados devem melhorar a dedicação laboral, em benefício do crescimento acentuado do país.
O responsável máximo da província exortou os trabalhadores a cumprirem as suas obrigações laborais, no sentido de se atingir os níveis de desenvolvimento. E para tal, disse ser necessário que os empregadores respeitem a ética e deontologia para que os seus direitos sejam alvaguardados.
“A organização, a disciplina laboral e a melhoria das condições sociais dos trabalhadores, assim como o aperfeiçoamento e a gestão de meios técnicos e materiais existentes são os factores indispensáveis ao trabalho”, sublinhou António Didalelwa.
Na província do Cunene, o Dia Internacional do Trabalhador foi marcado por uma marcha de filiados dos sindicatos, onde participaram membros do governo provincial e funcionários públicos e privados.

Tempo

Multimédia