Províncias

Higino Carneiro analisa com a Namíbia construção da ponte sobre o rio Cuvango

A construção da futura ponte sobre o Rio Cuvango, na zona fronteiriça da província do Kuando-Kubango, foi analisada terça-feira, em Ondjiva, capital do Cunene, pelo ministro das Obras Públicas, Higino Carneiro, e o seu homólogo da República da Namíbia, Hermuti Angula.

A construção da futura ponte sobre o Rio Cuvango, na zona fronteiriça da província do Kuando-Kubango, foi analisada terça-feira, em Ondjiva, capital do Cunene, pelo ministro das Obras Públicas, Higino Carneiro, e o seu homólogo da República da Namíbia, Hermuti Angula.
No encontro, Higino Carneiro disse que a infra-estrutura é de extrema importância para os dois povos e os citadinos namibianos fazem diariamente a travessia do rio Cuvango de canoa para realizarem as suas transacções comerciais.
A construção desta ponte vai ser concebida pelo Governo angolano em parceria com o namibiano. No encontro foram apontadas as intervenções de cada país no projecto, que deve ser aprovado pelo Conselho de Ministros, tendo em conta o seu valor social e económico, sustentou o ministro.
O ministro namibiano das Obras Públicas, Hermuti Angula, sublinhou que este exercício fortalece a relação entre os dois países que partilham interesses comuns.
A reunião contou com a presença do governador local, António Didalelwa, do Kuando-Kubango, Eusébio de Brito, e funcionários seniores dos dois ministérios.

Bacia do rio Cuvelai

O Conselho Provincial de Auscultação e Concertação Social do Cunene esteve reunido ontem, em Ondjiva, para analisar assuntos relacionados com a regulação da bacia hidrográfica do rio Cuvelai. O objectivo é prevenir eventuais cheias.
Orientada pelo governador António Didalelwa, a reunião traçou medidas para agilizar os trabalhos de regulação e de recuperação de outras infra-estruturas.
O encontro serviu também para colher dos participantes ideias que contribuam para uma melhor execução das tarefas de construção de diques de protecção e desvios das águas provenientes do rio Cuvelai.
Participaram no encontro, membros do governo local, entidades religiosas, representante da Polícia Nacional e convidados.

Tempo

Multimédia