Províncias

Hospital de Namacunde investe em banco de sangue

Dionísio David|Namacunde

O hospital municipal de Namacunde, província do Cunene, vai criar já a partir de Novembro, um banco de sangue, com capacidade para armazenar entre 250 a 350 unidades do líquido.

 

O hospital municipal de Namacunde, província do Cunene, vai criar já a partir de Novembro, um banco de sangue, com capacidade para armazenar entre 250 a 350 unidades do líquido.
Segundo Lucas Ndemuonguela, responsável da área de estatística do hospital, a criação do banco de sangue visa acudir os doentes internados. Disse que, além do armazenamento, o banco de sangue vai ter condições de produzir complementos de sangue, como plasma e plaquetas.
O banco de sangue vai permitir a cobertura das insuficiências que ainda se verificam, quer no hospital local, quer nos centros e postos de saúde nos arredores. Lucas Ndemuonguela fez saber que o investimento visa pôr cobro às constantes evacuações de pacientes por falta de sangue nos serviços locais de hemoterapia.
A acção enquadra-se no programa do centro Nacional de Sangue e visa potenciar as unidades hospitalares de referência, incluindo o fornecimento de materiais gastáveis para os serviços. Aquele responsável informou que, durante o trimestre findo, o banco de urgência do hospital local atendeu 919 pacientes. As doenças mais frequentes são a malária, as diarreias agudas, VIH-Sida, outras sexualmente transmissíveis e tuberculose.
O hospital possui 60 camas para internamento e áreas de serviço como maternidade, pediatria e banco de urgência.

Tempo

Multimédia