Províncias

Hospital Geral tem ruptura de sangue

O Centro de Hemoterapia do Hospital Geral de Ondjiva precisa de mais 300 dadores voluntários para poder ter o sangue de que precisa normalmente, disse à Angop o responsável da unidade sanitária.

José Clemente afirmou que as ofertas que lhe são feitas actualmente provêm de campanhas organizadas por organizações juvenis, como a JMPLA, instituições religiosas e grupos de mulheres que são insuficientes para as necessidades.
O responsável referiu que o hospital geralde Ondjiva  necessita  entre 15 a 20 doações diárias para poder ter sangue em reserva e que o Centro de Hemoterapia tem cem dadores.

Condições sanitárias

O director provincial da Saúde, que visitou o município do Curoca para avaliar  as condições das unidades sanitárias, disse ser preciso reforçar as áreas de nível local e garantir a execução do programa dos serviços municipalizados do sector para melhorar a assistência.
Eleutério Hivilikwa fez um balanço positivo do programa de municipalização de saúde e dos cuidados primários que continaum a registam grandes melhorias nas comunas e aldeias devido à construção de centros e postos médicos” e à existência regular dos medicamentos   essenciais.

Tempo

Multimédia