Províncias

Inaugurado centro de saúde no município de Namacunde

Elautério Silipuleni | Ondjiva

O governador provincial do Cunene, António Didalelwa, inaugurou terça-feira um centro de saúde equipado com meios modernos, uma residência para professores e enfermeiros e um posto policial na povoação de Okawe, município de Namacunde.

População da região deixa de percorrer longas distâncias em busca de assistência médica
Fotografia: Dombele Bernardo

As infra-estruturas, construídas com fundos públicos no âmbito do Programa de Investimento Públicos (PIP), foram inauguradas no quadro das comemorações do 4 de Abril, Dia da Paz.
A unidade sanitária da povoação vai dar assistência médica e medicamentosa a cerca de dois mil habitantes da circunscrição. Na opinião do administrador comunal do Chiedi, Miguel Kavaonguelwa, o centro de saúde vai permitir reduzir as longas distâncias que os habitantes percorriam à procura dos serviços sanitários na sede do município ou na comuna do Chiedi. O centro de saúde tem capacidade para internar dez doentes, dispõe de serviços de banco de urgência, consultas pré-natal, planeamento familiar, maternidade, pediatria, farmácia e áreas auxiliares, como cozinha, refeitório e lavandaria.
Miguel Kavaonguelwa sublinhou que a residência vai permitir que os professores e técnicos de saúde não abandonem os seus locais de trabalho por falta de condições de acomodação.
As populações de Okawe aos poucos vão começar a sentir os efeitos da Paz que o país vive há 12 anos. “Fruto destes anos de Paz a província do Cunene está a ganhar vários serviços sociais e económicos, virados para a melhoria de condições de vida das comunidades”, frisou António Didalelwa.
As inaugurações das infra-estruturas no Okawe enquadram-se no plano de desenvolvimento da província do Cunene, que permite levar os principais serviços junto da população, como escolas, centros e postos de saúde, residências de professores e técnicos sanitários, energia e água e outros serviços.

Tempo

Multimédia