Províncias

Inspecção escolar precisa de quadros

O serviço de inspecção escolar no município da Cahama, 189 quilómetros a norte de Ondjiva, necessita de mais dez inspectores para cobrir todas as escolas, afirmou ontem o chefe da repartição local da Educação.

O serviço de inspecção escolar no município da Cahama, 189 quilómetros a norte de Ondjiva, necessita de mais dez inspectores para cobrir todas as escolas, afirmou ontem o chefe da repartição local da Educação. Inácio Sapalola referiu que o município tem apenas cinco, dos 15 inspectores previstos para as 79 escolas, a maioria delas em zonas rurais.
A falta de inspectores naquelas zonas, referiu o responsável, permite que grande parte dos professores não trabalhe diariamente, o que prejudica o cumprimento dos programas estabelecidos. Inácio Sapalalo afirmou que o sector se debate com dificuldades de transportes, principalmente para os inspectores poderem exercer a sua tarefa de fiscalização. O assunto é já do conhecimento da Direcção Provincial da Educação do Cunene. O município da Cahama tem uma população de 63.548 habitantes e duas comunas, a sede Cahama e Otchinjau.
Apesar da carência de inspectores, o chfe de repartição municipal da Educação apelou os professores das escolas daquela parcela do Cunene a cumprir cabalmente com as suas obrigações laborais.“Vamos tomar medidas contra os faltosos”, avisou.

Tempo

Multimédia