Províncias

Jovens promovem acções de solidariedade

Adelaide Mualimusi | Ondjiva

O Conselho Provincial da Juventude (CPJ) no Cunene projectou, para este ano, redobrar as acções de solidariedade às famílias necessitadas da região, garantiu, no Luena, a secretária interina da organização, Bonina Silinge.

“Sabemos que a nível da província, sobretudo nas comunas de Ondjiva e Nehone, existem famílias com má formação congénita, que precisam de apoio alimentar, vestuário, entre outros meios para sobreviverem, tal como os leprosos do Oifidi, idosos e crianças vulneráveis”, afirmou Bonina Silinge.
A secretária interina do Conselho Provincial da Juventude no Cunene realçou ainda que, na base dos planos de actividade, estão igualmente agendadas palestras nas escolas e em centros de maior concentração de pessoas sobre a delinquência juvenil, luta contra o alcoolismo e tabagismo no seio da juventude e sobre a violência doméstica, cujos casos tendem a aumentar na região .

Formação profissional


O balanço de 2014 é positivo, uma vez que estiveram engajados na criação dos conselhos de auscultação à juventude e na realização de palestras sobre o resgate dos valores morais, entre outras acções sociais, segundo Bonina Silinge. O Conselho da Juventude no Cunene controla mais de cinco mil jovens associados em organizações juvenis do MPLA, UNITA, CASA-CE, PRS e em instituições religiosas, que têm beneficiado de formação técnico-profissional e instrumentos de trabalho, no âmbito do programa do Exucutivo de combate ao desemprego e fomento do auto emprego, com a criação de pequenas empresas de prestação de serviços.
Entre os cursos mais procurados pelos jovens nos pavilhões de artes e ofícios e nos centros de formação técnico-profissional constam os de informática, serralharia, carpintaria e mêcanica.
As jovens da província do Cunene  têm dado preferência aos cursos de corte e costura, decoração e pastelaria. 

Tempo

Multimédia