Províncias

Jovens voluntários no Cunene recebem formação sobre a Sida

Adelaide Mualimusi | Ondjiva

Um grupo de 150 jovens voluntários de distintos municípios da província do Cunene participa, desde ontem, na cidade de Ondjiva, numa formação de refrescamento em matéria de prevenção contra infecções transmissíveis sexualmente.

Um grupo de 150 jovens voluntários de distintos municípios da província do Cunene participa, desde ontem, na cidade de Ondjiva, numa formação de refrescamento em matéria de prevenção contra infecções transmissíveis sexualmente.
Promovido pela Cruz Vermelha de Angola (CVA), o seminário tem por objectivo formar os jovens de alguns municípios desta parcela do país em conhecimentos sobre o uso do preservativo nas relações sexuais ocasionais e outras medidas preventivas.
Na abertura do seminário, que termina na quinta-feira, o secretário provincial da Cruz Vermelha do Cunene, António Ipohameni, disse que os jovens têm a missão de transmitir os seus conhecimentos e aconselhar a população sobre as formas de prevenção para travar a propagação do vírus da Sida.
O projecto é financiado pela União Europeia, em coordenação com a Cruz Vermelha de Angola, e está a beneficiar jovens dos municípios do Namacunde, Cuanhama e Ombadja. No primeiro dia, foram informados sobre a história da Cruz Vermelha, as regras de convivência, a comunicação interpessoal, tipos e sintomas de transmissão do vírus, prevenção de infecções transmitidas sexualmente e o suporte legal em relação à Sida.
O dia de hoje está reservado à abordagem de questões básicas de aconselhamento para crianças afectadas pelo vírus da Sida, estigma e discriminação vivendo na comunidade e vida positiva. No terceiro dia, são dadas lições sobre os cuidados paliativos, controlo da dor, prevenção do desconforto antes dos cuidados ao domicílio, controlo de sintomas, cuidado terminal e trabalho prático sobre cuidados.
No último dia é destinado á formação sobre o impacto de prestação de cuidados aos provedores de cuidados, considerações práticas para os promotores de saúde e trabalho prático sobre cuidados ao domicílio.
O coordenador do projecto na província do Cunene, João Dikinda, informou que o programa de formação de jovens teve início em Fevereiro de 2008 e já vai na segunda fase.

Tempo

Multimédia