Províncias

Mais acções para melhorar o nível de vida

Dionísio David | Ondjiva

O administrador municipal do Cuanhama defendeu segunda-feira em Ondjiva, no Cunene, maior participação dos empresários de diferentes ramos de actividade nas acções que visam melhorar a prestação de serviços às populações e na criação de espaços verdes na cidade capital da província e nas sedes comunais.

Autoridades administrativas pedem a colaboração de todos para melhorar a prestação de serviços à população e o saneamento básico
Fotografia: Dionísio David

Gonçalves Namueya disse estar preocupado com a fraca participação das empresas privadas, sobretudo as do ramo do comércio e hotelaria, no processo do saneamento básico e de embelezamento da cidade.
Esclareceu que as artérias e os bairros da cidade de Ondjiva oferecem neste momento condições para que a higiene seja mantida, sendo por isso um trabalho fácil de realizar se for feito por todos.
O responsável criticou algumas empresas produtoras de lixo que participam pouco na sua recolha e transporte para os aterros sanitários, o que prejudica os esforços dos serviços administrativos com vista a manter a cidade limpa.
O administrador referiu que um dos objectivos do encontro com os empresários foi colher subsídios e ideias para melhorar a limpeza da cidade e organizar a actividade comercial a nível dos estabelecimentos de pequeno, médio e grande porte.
“Os empresários devem ter presente de que a responsabilidade de limpeza e embelezamento não é apenas das autoridades administrativas, mas sim um aspecto colectivo”, disse Gonçalves Namueya, acrescentando que os agentes económicos e comerciais devem ajudar a evitar a exposição de produtos na via pública.  Segundo o administrador Gonçalves Namueya, a Administração Municipal do Cuanhama vai, doravante, fazer da via pública um espaço onde quem queira fazer a exposição dos seus produtos possa fazê-lo através da publicidade, por via de placas fixas nas avenidas ou defronte dos estabelecimentos.

Espaços verdes

O administrador informou aos empresários que o processo de canalização de água potável decorre a bom ritmo em Ondjiva , o que vai facilitar o abastecimento aos bairros e comunidades, havendo a necessidade das empresas ajudarem a instalar jardins, com vista a fazer com que a cidade tenha mais espaços verdes.
Gonçalves Namueya afirmou que, no quadro do programa de embelezamento, os munícipes e os utentes de estabelecimentos comerciais são convidados a participar activamente na campanha de limpeza e saneamento básico, para melhorar a imagem da região.
O empresário José Lourenço Dala referiu que o encontro permitiu a interacção entre a Administração Municipal e representantes de empresas, tendo em conta os interesses comuns. Segundo José Dala, a participação de empresas privadas e outras operadoras locais na melhoria do embelezamento da cidade de Ondjiva é um dever patriótico, cujo objectivo único é o desenvolvimento do país.
Por seu turno, Hélder Adérito Lopes, do Império HR-Limitada, considerou o evento como um espaço apropriado para a abordagem de problemas dos empresários e uma iniciativa de louvar.
Referiu que o encontro permitiu tratar importantes assuntos que visam melhorar as condições de vida dos habitantes da cidade de Ondjiva.

Tempo

Multimédia