Províncias

Mais professores são enquadrados na vila de Ombadja

Mais de 200 professores foram admitidos no sector da Educação, no município de Ombadja, no quadro de um plano aprovado pelo Governo central.

Mais de 200 professores foram admitidos no sector da Educação, no município de Ombadja, no quadro de um plano aprovado pelo Governo central.
O chefe do sector para o ensino geral, Francisco Ndala, disse na segunda-feira que o novo enquadramento de docentes veio dar resposta à falta de professores na região.
O grupo de professores é composto por três técnicos superiores, 58 médios e 155 técnicos básicos, que vão leccionar nas diferentes unidades escolares das comunas de Xangongo, Naulila, Humbe, Mucope e Ombala yo Mungo, todos com os respectivos processos anuídos pelo Tribunal de Contas.
Os novos quadros fazem parte de um grupo de 402 candidatos, mas, por falta de requisitos necessários, apenas 216 foram apurados. O responsável frisou que os admitidos aguardam as respectivas guias de colocação para o arranque laboral.
O sector da Educação no município de Ombadja dispõe de 1.116 professores, enquadrados em 193 escolas do ensino geral, das quais 181 do ensino primário, três do II ciclo e nove do I ciclo do ensino secundário.

Tempo

Multimédia