Províncias

Matriculados milhares de alunos na província

Elautério Silipuleni | Ondjiva

O director da Educação, Ciências e Tecnologia do Cunene, Lúcio Ndinoiti, disse, ao Jornal de Angola, que estão matriculados 258.­533 alunos em todos os sistemas de ensino, sendo 39.459 da iniciação, 183.296 do ensino primário, 26.907 do I ciclo e 8.891 do II ciclo do ensino secundário.

Sector tem falta de professores
Fotografia: Kindala Manuel

No presente ano lectivo, a província conta com 785 escolas do ensino primário, 35 do I ciclo e 12 do II ciclo. As aulas vão ser asseguradas por 6.410 professores, 4.864 dos quais do ensino primário, 1.207 do primeiro ciclo e 339 do segundo ciclo do ensino secundário.
O director sublinhou que a Direcção da Educação, Ciências e Tecnologia reconhece a insuficiência de professores e de escolas para atender as necessidades da população estudantil da província do Cunene, mas também elogia os esforços que o Governo realiza para dar resposta às necessidades.
A sua direcção da Educação vai continuar a promover acções de formação dirigida aos gestores escolares e aos professores, de modo a garantir qualidade no processo de ensino e aprendizagem, nas escolas da província.
“Mobilizar recursos humanos e financeiros para a manutenção das escolas, apetrechamento de salas e laboratórios, incentivar a pratica de actividades desportivas e de carácter social, são desafios que também assumimos”, disse Lúcio Ndinoiti. O vice-governador para o sector económico, António dos Santos Candeeiro, ao fazer a abertura oficial do ano lectivo no Cunene, disse que novas escolas entram em funcionamento, para atender a grande procura da comunidade estudantil.Na província do Cunene estão a ser erguidas, em todos os municípios, escolas condignas, para não deixar alunos fora do sistema de ensino.

Tempo

Multimédia