Províncias

Mini laboratório para averiguar fármacos falsos

A Direcção Provincial da Saúde no Cunene recebeu na quarta-feira, em Ondjiva, do Ministério de tutela, um mini laboratório que permite realizar análises para averiguar a qualidade dos medicamentos, como forma de se evitar a existência de fármacos falsos no mercado, que possam pôr em risco a saúde da população.

A Direcção Provincial da Saúde no Cunene recebeu na quarta-feira, em Ondjiva, do Ministério de tutela, um mini laboratório que permite realizar análises para averiguar a qualidade dos medicamentos, como forma de se evitar a existência de fármacos falsos no mercado, que possam pôr em risco a saúde da população.
O equipamento, que foi entregue pelo chefe de Departamento de Inspecção Sanitária da Direcção Nacional da Saúde, Bernardo Sebastião, tem potencial para realizar 58 análises a moléculas controláveis de doenças como o VIH/Sida, tuberculose e a malária.
Bernardo Sebastião referiu que a proliferação de diversos medicamentos adulterados é uma séria ameaça à saúde pública e calcula-se que dez a 30 por cento são falsos ou com uma fraca qualidade.
Por sua vez, o director provincial da Saúde, Elautério Hivilikua, enalteceu o gesto do Ministério pela aquisição do equipamento que vai permitir que se façam análises com maior rigor aos fármacos.
O aparelho, acrescentou o director provincial do Cunene da Saúde, vai resolver diversos problemas na região, evitando, principalmente, que a população possa tomar medicamentos falsos.

Tempo

Multimédia