Províncias

Ministro avalia estado dos troços rodoviários

Adelaide Mualimusi | Ondjiva

O ministro da Construção e Obras Públicas, Manuel Tavares de Almeida, trabalhou terça-feira na província do Cunene, onde avaliou o estado dos troços rodoviários de algumas zonas da região.

Troço entre Cunene e Huíla beneficia de intervenção
Fotografia: Marcelo Manuel | Edições Novembro

A visita teve como objectivo avaliar os troços que ligam as localidades de Xangongo Kalueque, Ondjiva e Cuamato.
O ministro disse ser importante constatar localmente o estado das vias desta região de forma a se programar num futuro próximo a reabilitação do asfalto dos mesmos.
“Numa primeira fase vai se reabilitar e asfaltar as vias que dão acesso à cidade capital e Xangongo Culueque porque são zonas essencialmente agrícolas e bastante importantes para o desenvolvimento económico da região”, disse.
Manuel Tavares de Almei-da disse que foram identificados alguns troços como prioridades, destacando o que liga Ondjiva e Menongue, passando pelo município do Cuvelai, e partir daí ligar Cuvango, Matala e Lu-bango, localidade da província da Huíla.
Por outro lado, os trabalhos de construção da morgue do hospital sanatório de Chiulo, município de Om-badja,  no Cunene, iniciadas em 2014, terminam “dentro de dias”, garantiu o fiscal da obra, João Nilson.
Manuel Tavares de Almeida disse que os trabalhos estão na fase final e custaram aos cofres do Estado 96 milhões de kwanzas. A morgue tem 12 gavetas, salas de autópsia e de lavagem de cadáveres e bem assim como casa de banho.

Tempo

Multimédia