Províncias

Namacunde ligada à Net

Dionísio David | Namacunde

Uma área com duas salas de informática apetrechada com 19 computadores foi aberta na escola do II ciclo do ensino secundário de Namacunde pelo director provincial de Educação e Ciência e Tecnologia, Lúcio Ndinoiti.

Fotografia: Jornal de Angola

Nesta infra-estrutura, cujas obras duraram três meses, o governo provincial investiu mais de 18 milhões e 200 mil kwanzas.
 Lúcio Ndinoiti referiu que a necessidade da introdução de aulas de informática nas escolas do II ciclo foi manifestada em Março durante as visitas de responsáveis da Educação, Ciência e Tecnologia aos municípios do Curoca, Namacunde e Cuvelai. Lembrou que o domínio pelos alunos e pela sociedade em geral das tecnologias de informação é fundamental nesta era da globalização e anunciou a abertura de centros de informática nos municípios do Cuvelai e Curoca.
Segundo Lúcio Ndinoiti, nas localidades de Ohakaonde, município e comuna do Chiedi (Namacunde) vão ser criadas escolas primárias de baixo custo para cobrir paulatinamente a fronteira com a República da Namíbia.
Explicou que está em construção uma escola primária na localidade do Chitado, município do Curoca, enquanto outras duas de quatro salas de aulas cada e destinadas aos alunos com necessidades especiais vão ser abertas este mês na cidade de Ondjiva e na área de Calueque, município de Ombadja.  
O administrador municipal de Namacunde, Apolo Ndinoulenga, garantiu o apoio das autoridades à conservação da nova infra-estrutura e apelou aos estudantes a dedicarem-se à investigação sobre as técnicas de informação e comunicação para melhorarem o seu desempenho académico.

Tempo

Multimédia