Províncias

Novo Hospital abre em breve

Dionísio David | Ondjiva

As obras de construção do Hospital Municipal do Cuanhama, que está a ser erguido na cidade de Ondjiva, terminam brevemente, anunciou ontem o director provincial de Saúde do Cunene.

Eleutério Hivilikwa afirmou que a entrada em funcionamento do hospital vai ajudar a reduzir as grandes enchentes que se registam, nos últimos tempos, no Hospital Geral de Ondjiva.
O director provincial de Saúde assegurou que o Hospital Municipal do Cuanhama é entregue à administração local nos próximos dias. Para além de equipamentos técnicos de ponta, vai ter uma capacidade de 70 camas para internamentos, banco de urgência, maternidade, pediatria, cirurgia e outras especialidades.
O surgimento de mais uma unidade hospitalar vai ainda contribuir para minimizar os problemas de saúde na província.
As obras do hospital são de âmbito central e estão inseridas no Programa Nacional de Construção de Infra-Estruturas Hospitalares.
O director provincial informou que, neste momento, a província conta com 149 unidades sanitárias, divididas em sete hospitais municipais, 42 centros de saúde e 100 postos de saúde. Quanto aos medicamentos, os hospitais e os centros de saúde da província estão bem servidos, não se registando qualquer rotura de stocks.
Sobre os recursos financeiros, para a aquisição dos meios técnicos e materiais, o director da Saúde garantiu que a situação da província é também tranquila. O grande problema tem a ver com a falta de técnicos, salientando que existem alguns postos de saúde que trabalham apenas com um enfermeiro, o que é insuficiente.
Eleutério Hivilikwa disse que o actual quadro sanitário da província é satisfatório.

Tempo

Multimédia