Províncias

Novos professores reforçam o ensino especial

A única escola do ensino especial na província do Cunene vai contar, a partir do próximo ano, com 15 novos professores, na sequência da inserção da quinta classe.

Ângulo do edifício da Escola para Deficientes Visuais Óscar Ribas em Luanda
Fotografia: JA

A única escola do ensino especial na província do Cunene vai contar, a partir do próximo ano, com 15 novos professores, na sequência da inserção da quinta classe.
A directora da instituição, Ana Bela Miguel, disse na terça-feira à Angop que estes docentes irão dar aulas aos alunos que terminarem a 4ª classe e outros a uma nova turma da iniciação, a ser criada no próximo ano lectivo, para o ingresso de mais criança no sistema de ensino.
“Os contactos já estão feitos junto da direcção provincial da Educação e garantiram-nos que iremos beneficiar deste número de docentes, no quadro dos novos professores apurados no último concurso público de admissão”, sublinhou.
Ana Bela Miguel explicou ainda que o aproveitamento escolar das crianças é muito positivo, devido aos métodos que os professores aplicam para uma rápida e fácil interpretação na aprendizagem da matéria.
A escola do ensino especial em Ondjiva é frequentada por 186 crianças portadoras de deficiência mental, visual e auditiva, desde a iniciação à 4ª classe e tem 32 professores.

Tempo

Multimédia