Províncias

Número de casos desce no Cunene

Adelaide Mualimusi | Ondjiva

Os casos de tuberculose no Cunene diminuíram significativamente no ano passado, disse, ao Jornal de Angola, o supervisor de vigilância epidemiológica naquela província.

População aconselhada a ir aos hospitais
Fotografia: Jornal de Angola

Os casos de tuberculose no Cunene diminuíram significativamente no ano passado, disse, ao Jornal de Angola, o supervisor de vigilância epidemiológica naquela província.
Adelino Cavanda afirmou que, em 2011, foram diagnosticados, em várias unidades sanitárias, 1.178 casos, menos 98 do que no ano anterior.
O supervisor referiu que o município do Cuanhama é o que maior número de doentes regista, 723, seguido do de Ombadja, 427, Cahama 27, e Namacunde 14, e que os mais afectados são adultos entre os 34 e 50 anos.
Avelino Cavanda garantiu que não há casos de óbitos, mas declarou estar preocupado com a falta de medicamentos, desde o primeiro semestre do ano passado, nos principais centros hospitalares da província. A situação, disse, tem de ser revertida por colocar em risco a recuperação de muitos doentes

Tempo

Multimédia