Províncias

Ondjiva com diques de protecção

Adelaide Mualimusi| Ondjiva

Os diques de protecção contra as enchentes e as passagens hidráulicas na cidade de Ondjiva foram concluídos oficialmente no último fim-de-semana.

Os diques de protecção contra as enchentes e as passagens hidráulicas na cidade de Ondjiva foram concluídos oficialmente no último fim-de-semana.
As infra-estruturas foram entregues às autoridades locais pelo vice-ministro do Planeamento, Gualberto Campos.
As obras, orçadas em 147 milhões de dólares norte-americanos, foram executadas pela construtora chinesa CRBC.
No total, são oito diques de protecção com uma extensão de dezanove quilómetros e dezasseis passagens hidráulicas para atenuar os efeitos das chuvas na província do Cunene.
O vice-ministro Gualberto Campos sublinhou na ocasião o papel que teve o gabinete técnico criado para a regularização da bacia hidrográfica do rio Kuvelai, na identificação das causas das inundações e implementação de medidas de protecção das pessoas contra as inundações e reconstrução das infra-estruturas destruídas pelas águas.
Gualberto Campos lembrou o drama das populações do Cunene, devido às chuvas, que afectaram sobretudo a cidade de Ondjiva entre 2007 e 2009, provocando o desalojamento de centenas de famílias, mortes de dezenas de pessoas e gado bovino, bem como a destruição de habitações.
As chuvas inundaram também campos agrícolas e destruíram infra-estruturas de impacto social, erguidas e reabilitadas no quadro do programa de melhoria e aumento da oferta de bens e serviços sociais básicos à população. Muitas estradas ficaram intransitáveis.

Tempo

Multimédia