Províncias

Ondjiva com novo sistema de iluminação

Elautério Silipuleni | Adelaide Mualimusi e Dionísio David | Ondjiva

A avenida  11 de Novembro, principal via que liga o centro da cidade de Ondjiva e o aeroporto local, ganhou, na terça-feira, um novo sistema de iluminação pública, inaugurado pelo vice-governador provincial para sector politico e social do Cunene.

A avenida 11 de Novembro principal via de ligação do centro da cidade de Ondjiva e o aerporto local passa a ter um novo sistema de iluminação
Fotografia: Domiano Fernandes

José do Nascimento Veyeleinge disse que a iluminação pública foi estabelecida num percurso de 4.400 metros, com 146 postes, um posto de transformação e é alimentada por uma gerador de 136 kva.
O projecto, executado por uma empresa angolana, a Omatapalo, num período de 17 meses, está integrado no Programa de Investimentos Públicos, com um custo de mais de 215 milhões de kwanzas.
O vice-governador provinciaal  referiu que o   projecto dá resposta à crescente necessidade de abastecimento de energia eléctrica à população de Ondjiva e arredores.
“A melhoria das condições de vida da população vai continuar a ser uma prioridade do Governo Provincial, que, aos poucos, vai pondo à disposição infra-estruturas essências que garantem o bem-estar das pessoas”, sublinhou.
José Veyeleinge reconheceu que a deficiente iluminação das principais ruas da cidade de Ondjiva e outras vilas tem contribuído, em parte, para o surgimento, nos últimos tempos, de alguns grupos de marginais, que põem em causa a ordem e a tranquilidade públicas. Acrescentou que, além de facilitar o trabalho de policiamento nocturno, a iluminação vai, igualmente, contribuir para a diminuição dos acidentes de viação, que occorrem  com frequência. />
 Kits de higiene 

A delegação da Cruz Vermelha de Angola no Cunene, em parceria com a Comissão Provincial de Protecção Civil e Bombeiros, começou a distribuir cinco mil kits de higiene às mulheres em idade reprodutiva, nos municípios de Namacunde, Cahama e Ombadja. A chefe da secção para a área de assistência social da Cruz Vermelha de Angola, Regina Olga Francisco, disse que o donativo foi disponibilizado pela ONU e tem como objectivo melhorar o acesso à informação sobre a saúde sexual e reprodutiva.

Novas casas no Cuanhama 

Um total de dez residências do tipo T3 destinadas aos quadros da administração das comunas de Nehone  e Oshimolo, no   município do Cuanhama, foram entregues, terça-feira, pelo  vice-governador  provincial para o sector Político e Social,  José do Nascimento Veyelenge.
As residências têm três quartos, uma sala comum, cozinha e quarto de banho e foram construídas no âmbito do Programa de Investimentos Públicos, com um custo de 48 milhões de kwanzas, para apoiar os técnicos da saúde e educação, sobretudo enfermeiros e professores, para as diferentes localidades do município do Cuanhama, na província do Cunene.

Tempo

Multimédia