Províncias

Ondjiva com novos docentes

Elautério Silipuleni | Ondjiva

A Direcção Provincial da Educação no Cunene tem disponíveis 2.849 vagas destinadas a candidatos que pretendam leccionar no ensino primário e no I e II ciclos do ensino secundário, disse na terça-feira, ao Jornal de Angola o chefe de Planificação e Recursos Humanos da referida instituição.

Concurso público para o provimento de vagas é aberto em breve pelo sector da Educação
Fotografia: Domingos Cadência

De acordo com Ambrósio Hishiduavale, do número de docentes a serem admitidos, 1.410 vão sê-lo para o ensino primário. O enquadramento dos novos docentes visa suprir a carência registada, devido à entrada em funcionamento de novas salas, com realce para as das comunas e povoações.
Nesta altura há uma maior necessidade de professores nas aldeias, comunas e municípios, numa altura em que a direcção provincial da Educação resolveu expandir os vários níveis de escolaridade para as sedes municipais e comunais, o que exige o reforço de novos professores, explicou. ”Queremos que o sector da Educação seja cada vez mais dinâmico, com o enquadramento destes 2.849 novos professores, numa altura em que o quadro do programa do Governo de combate à pobreza está a aumentar o número de escolas, em toda a extensão da província”, acrescentou.
A construção de unidades escolares em vários pontos da província tem permitido a inserção de mais crianças no sistema normal de ensino e, consequentemente, de professores, uma vez que existem escolas na província com três salas, a funcionarem em dois turnos e que possuem apenas dois professores.
”A falta de professores em algumas escolas da província exige muito esforço dos docentes que leccionam nestas instituições, o que obriga a dar aulas em duas a três salas em simultâneo. Com o recrutamento de novos professores essas dificuldades vão ser colmatadas”.
Entre o pessoal a ser admitido, constam também 515 pessoas para o sector administrativo, para os seis municípios do Cunene. O sector vai, dentro em breve, abrir as inscrições aos candidatos.

Tempo

Multimédia