Províncias

Pedido empenho a colaboradores

Dionísio David | Nehoni

O administrador municipal do Cuanhama, na província do Cunene, Gonçalves Namueya, pediu aos seus colaboradores um empenho maior para acelerar a resolução dos problemas das populações.

Uma das avenidas mais movimentadas da cidade de Ondjiva capital do Cunene
Fotografia: Dombele Bernardo

Ao falar na terceira sessão ordinária da Administração Municipal do Cuanhama, realizada em Omuvadje, salientou que os administradores comunais e outros quadros devem redobrar esforços para que as acções de combate à fome e à pobreza sejam efectivadoas. Além disso, exortou-os a terem em atenção estratégias de combate aos efeitos da seca e melhorarem a assistência social às populações. “Há ainda problemas de falta de água para as populações, sobretudo nas localidades onde não existem furos nem sistemas de captação”, lamentou.
Sobre o encontro, referiu que ele se destinou a analisar o grau de cumprimento das acções desenvolvidas nos primeiros seis meses do ano e as tarefas para este semestre, na perspectiva de se continuar a dar resposta às principais preocupações das populações, com destaque para as do meio rural. A par da avaliação dos projectos em curso a nível do município, a reunião também analisou o desempenho dos funcionários, a sua assiduidade, pontualidade e relacionamento com os utentes dos serviços prestados. Em relação a esta questão, considerou fundamental que se façam avaliações e autoavaliações dos servidores da população em relação ao empenho nas tarefas administrativas.
Gonçalves Namueya alertou para a necessidade de se dar resposta, em tempo útil, às dificuldades com as quais as populações de debatem e atender as pessoas que acorrem aos serviços administrativos. “Temos constatado que há morosidade no tratamento do expediente submetido à Administração Municipal do Cuanhama e às comunas”, daí apelar no sentido de se ultrapassar esta situação.
O administrador considerou que os responsáveis dos sectores e dos gabinetes devem ser os primeiros a dar o exemplo em relação à assiduidade, pontualidade e competência, e lamentou o facto de ainda existirem responsáveis que tentam distanciar-se dos seus colaboradores, um comportamento do seu ponto de vista inaceitável e inadequado aos novos tempos.
“É preciso que as administrações no exercício das suas actividades sejam mais abertas às contribuições e opiniões das populações, sendo mais interactivas”, salientou.

Tempo

Multimédia