Províncias

Polícia prendeu estrangeiros por terem permanência ilegal

Adelaide Mualimusi | Ondjiva

O Serviço de Migração e Estrangeiros (SME) prendeu na semana finda, na província do Cunene, 11 cidadãos estrangeiros por permanência ilegal no país.

Pelo posto fronteiriço de Santa Clara, no Cunene, passam muitos estrangeiros
Fotografia: Arão Martins

O Serviço de Migração e Estrangeiros (SME) prendeu na semana finda, na província do Cunene, 11 cidadãos estrangeiros por permanência ilegal no país.
Uma nota do Comando Provincial do Cunene da Polícia Nacional indica que foram presos cinco cidadãos da Nigéria, três da Guiné Conacri e  três da República Democrática do Congo. A Polícia prendeu também um cidadão nacional, sobre quem recai a suspeita de ter assassinado uma criança de cinco anos, no interior de uma moradia, na localidade de Caculuvango, município da Cahama.
O documento refere ainda que, no total, a Polícia deteve 26 cidadãos pela prática de vários crimes, entre furtos, roubos, homicídios e ofensas corporais. A Polícia Fiscal registou infracções aduaneiras, por exportação ilegal de capitais, que resultaram na apreensão de 1.157.000 dólares americanos e um 1.700.500 dólares namibianos. Os autos foram elaborados e remetidos ao Cartório da Delegação Aduaneira de Ondjiva em Santa-Clara e ao Banco Nacional de Angola.

Tempo

Multimédia