Províncias

Professores absentistas prejudicam as crianças

Mais de 2.700 crianças de Oshimolo, Cunene, com idade escolar continuam fora do sistema de ensino por falta de professores, disse à Angop o administrador da comuna.

Quartem Paulo lembrou que a comuna tem 17 escolas, mas que muitos professores que vivem na capital da província se recusam a leccionar devido à distância que os separa do local de trabalho. Oshimolo precisa, pelo menos, de 40 de mais professores do ensino primário e do primeiro ciclo do ensino secundário, referiu e avisou que vão ser tomadas medidas para resolver o problema, que podem passar pela contratação de professores que vivam na comuna. Oshimolo fica a 129 quilómetros de Ondjiva.

Tempo

Multimédia