Províncias

Projecto "Cuida da Saúde" na província do Cunene

Adelaide Mualimusi |Ondjiva

A DirecçãoProvincial da Saúde do Cunene, em parceria com a empresa Consaúde, lançou ontem o projecto “Omufiati kalelapo oukolele”, que traduzido para português significa “Cuida da saúde.”

Saúde materno infantil no seio da população do meio rural da província é reforçada
Fotografia: Rogério Tuti

A DirecçãoProvincial da Saúde do Cunene, em parceria com a empresa Consaúde, lançou ontem o projecto “Omufiati kalelapo oukolele”, que traduzido para português significa “Cuida da saúde.”
A cerimónia de lançamento foi presidida pelo governador António Didalelwa e decorreu no memorial do rei Mandume Ya Ndemufayo, na localidade de Oihole, município de Namacunde.
O projecto visa a melhoria da saúde materna e infantil no seio da população do meio rural.
A Consaúde é uma empresa angolana com 11 anos de experiência em consultoria de gestão e administração em saúde. Apoia na melhoria da saúde materna e infantil, presta cuidados primários através de duas clínicas móveis nos seis municípios da província do Cunene. Constam também das prioridades da empresa, a formação de técnicos de saúde em matérias de saúde sexual e reprodutiva e actuação dos agentes comunitários, para contribuir no fortalecimento das acções de saúde na região.
O projecto, com duração de dois anos, conta com a parceria da Direcção Provincial de Saúde e é financiado pelo Banco Espírito Santo (BESA), no âmbito do compromisso e responsabilidade social para o desenvolvimento socioeconómico sustentável de Angola.
Durante o acto de lançamento do projecto, o governador António Didalelwa agradeceu à empresa Consaúde e ao Banco Espírito Santo, pela iniciativa e forte contributo que o projecto vai desempenhar na melhoria das condições de vida das populações da província.

Tempo

Multimédia