Províncias

Província tem falta de mais professores

Adelaide Mualimusi | Ondjiova

A província do Cunene, face ao número de crianças fora do sistema de ensino, principalmente nas zonas rurais, precisa este ano lectivo de mais 1.186 professores dos ensinos primário e secundário, disse ao Jornal de Angola o responsável do sector.

A província do Cunene, face ao número de crianças fora do sistema de ensino, principalmente nas zonas rurais, precisa este ano lectivo de mais 1.186 professores dos ensinos primário e secundário, disse ao Jornal de Angola o responsável do sector.
Lúcio Ndinoiti afirmou que a província tem neste momento  5.494 professores para o ensino primário e secundário e que o Governo Provincial está a construir mais escolas em várias comunas e aldeias.
Apesar das dificuldades enfrentadas, referiu, o responsável, é possível admitir este ano mais 1.186 alunos do ensino geral e 250 na área da alfabetização.
A província do Cunene tem 652 salas do ensino primário, 34 do primeiro ciclo do ensino secundário e cinco estabelecimentos do ensino secundário.
O Cunene tem também o Instituto Médio de Administração e Gestão, Instituto Médio de Formação de Professores e a Escola de Professores do Futuro da Ajuda de Desenvolvimento de Povo para Povo que têm permitido o enquadramento de mais alunos.

Tempo

Multimédia