Províncias

Reabilitação do troço Otchinjau/Oncócua

Adelaide Mualimusi | Cahama

Os trabalhos de reabilitação do troço entre Otchinjau e Oncócua, numa extensão de 75 quilómetros, no município do Curoca, Cunene, arrancam no próximo ano, revelou, ontem, em Ondjiva, o ministro da Construção e Obras Públicas, Manuel Tavares de Almeida que se encontra de visita à província.

Os trabalhos vão englobar o asfaltamento do troço
Fotografia: Eduardo Cunha | Edições Novembro

“ A circulação rodoviária entre Otchinjau e Oncócua tem de estar normalizada, sobretudo porque as duas localidades produzem granito, mármores e outros recursos existentes minerais que têm de ser escoados para outras regiões”, disse o ministro. O governante desembarcou em Ondjiva  proveniente da província do Cuando Cubango.
O ministro constatou as obras de reabilitação do troço entre Ondjiva e Omala, no município do Cuanhama,  que estão em  curso desde o ano passado, numa extensão de 80 quilómetros.
Manuel Tavares de Almeida inteirou-se das obras na Estrada Nacional 372, que liga a cidade de Ondjiva à localidade do Cuamato, e da projecção do troço Xangongo- Calueque, infra-estruturas situadas no município de Ombandja.
 Na sua óptica, a reabilitação da estrada Ondjiva-Menongue que desemboca na cidade do Lubango, “deve arrancar já  para facilitar a circulação de pessoas e bens entre as três províncias do sul do país”.

Tempo

Multimédia