Províncias

Recomendada em seminário mais formação dos gestores

Elautério Silipuleni | Ondjiva

Os participantes do seminário regional sobre gestão orçamental e de projectos públicos, realizado em Ondjiva, no Cunene, recomendaram às autoridades a adopção de medidas que permitam levar continuamente o processo de formação aos gestores das administrações municipais e comunais, para a melhoria do seu desempenho.

Participantes abordam gestão orçamental
Fotografia: Jornal de Angola

Os participantes do seminário regional sobre gestão orçamental e de projectos públicos, realizado em Ondjiva, no Cunene, recomendaram às autoridades a adopção de medidas que permitam levar continuamente o processo de formação aos gestores das administrações municipais e comunais, para a melhoria do seu desempenho.
Para o incremento no país de uma melhor gestão, nas administrações municipais e comunais, através do programa de descentralização financeira, os participantes ao encontro entendem que o Instituto de Formação Administração Local (IFAL) deve jogar um papel importante na formação contínua de quadros.
Durante cinco dias, 32 técnicos das administrações municipais e comunais das província da Huíla, Namibe e Cunene abordaram assuntos como o orçamento enquanto processo de planeamento, o ciclo orçamental, a informação como técnica de gestão e instrumento de gestão orçamental, com vista a uniformizar os critérios da elaboração dos orçamentos, e a execução das despesa pública.No final da formação, promovida pelo Ministério da Administração e Território, os participantes afirmaram sentirem-se mais apetrechados de ferramentas que lhes vão permitir prestar melhorar o atendimento do público nos seus locais de trabalho.
O vice-governador do Cunene para o sector técnico e infra-estruturas, Cristino Ndeitunga, disse esperar que os gestores apliquem o que apreenderam durante os dias de formação e melhorem a prestação de serviço público. Referiu, ainda, que os gestores municipais e comunais desempenham um papel muito importante na aplicação da gestão financeira dos municípios e daí a necessidade de estarem bem apetrechados para melhorarem a prestação de serviço.

Tempo

Multimédia