Províncias

Recomendado reforço do combate às doenças

Dionísio David| Ondjiva

O VII Conselho Técnico Consultivo do Instituto Nacional de Serviços de Veterinária recomendou na semana finda, em Ondjiva, província do Cunene, o redobrar de esforços para o combate contra as doenças animais, visando uma maior reprodução do gado bovino.

Os membros do conselho consultivo consideraram que ainda há insuficiências no sistema de recolha e processamento de informações geo-sanitárias
Fotografia: Domingos Calucipa| Ondjiva

Reunidos durante dois dias, os representantes de todas as províncias, com excepção do Bengo, analisaram vários assuntos e solicitaram o reforço das campanhas de vacinação, que continuam a ser marcadas por insuficiência de recursos humanos, financeiros e logísticos. Os membros do conselho consideram que ainda há insuficiências no sistema de recolha, processamento e envio das informações geo-sanitárias e nos cuidados da produção pecuária.
Os responsáveis provinciais consideraram que o número de técnicos ao dispor dos serviços de veterinária também é insuficiente para responder aos desafios actuais do sector. A melhoria e conservação dos meios destinados à vacinação, assim como o estabelecimento de um sistema de fiscalização é tarefa urgente, disseram os responsáveis.

Infra-estruturas  e quadros

A construção e reabilitação de infra-estruturas do sector foi uma das principais recomendações saídas do conselho técnico e consultivo, tendo em conta que grande parte das instituições em que os serviços de veterinária funcionam estão em péssimo estado de conservação.
A municipalização dos serviços de veterinária e a melhoria do sistema de recolha, envio e processamento de informações epidemiológicas da produção pecuária foi também recomendado no conselho consultivo da veterinária.
A gritante carência de especialistas no sector da Agricultura deve ser minimizada com a aprovação de um regime especial de admissão de quadros das carreiras específicas no sector agrário, com subsídios correspondentes.
Os participantes no Conselho Consultivo recomendaram o reforço e colaboração entre o Instituto de Serviços de Veterinária e o Instituto de Investigação Veterinária em relação ao diagnóstico e tratamento das doenças animais, bem como a actualização da legislação sobre a pecuária.

Parceria institucional

O Conselho entende que o Instituto de Serviços de Veterinária deve, num curto prazo, convidar o Instituto de Investigação Veterinária, em conjunto com a Faculdade de Veterinária, criadores e outros intervenientes, para a preparação e realização de um fórum técnico-científico, para aprovação do programa nacional de prevenção e controlo das doenças animais.
O programa de prevenção e controlo das doenças animais vai prestar atenção especial a doenças como a peripneumonia contagiosa bovina e a peste dos pequenos ruminantes, segundo os participantes.

Atenção especial ao sector

O reforço da capacidade do funcionamento dos postos de fiscalização veterinária ao longo das fronteiras e a necessidade da criação de um fundo, para fazer face às emergências sanitárias animais, são outras propostas avançadas no evento decorrido no Cunene.
O director provincial da Agricultura, Desenvolvimento Rural e Pesca, Dinis Pacavira, ressaltou que o sector tem prestado especial atenção aos serviços de veterinária, dada a sua importância no combate às doenças animais.
O responsável defendeu que se deve proceder a uma reforma paulatina no sector, com a introdução de novos quadros, tendo em conta a avançada idade de muitos funcionários dos Serviços Veterinários.

Tempo

Multimédia