Províncias

Reservas fundiárias estão a ser desminadas

O responsável do Instituto Nacional de Desminagem (INAD) no Cunene, Pedro Seteco Severino, disse sábado, em Namacunde, que 47 hectares, dos 128 existentes na reserva fundiária do município, foram já desminados.

Processo desminagem prossegue a bom ritmo na província do Cunene
Fotografia: Jornal de Angola

O responsável do Instituto Nacional de Desminagem (INAD) no Cunene, Pedro Seteco Severino, disse sábado, em Namacunde, que 47 hectares, dos 128 existentes na reserva fundiária do município, foram já desminados.
Em declarações prestadas à Angop, a propósito  do Dia Internacional de Sensibilização e Assistência na Acção contra Minas, que ontem se assinalou, Pedro Seteco Severino sublinhou que os trabalhos começaram na primeira quinzena do corrente mês e decorrem sem problemas.
O responsável pela desminagem no Cunene frisou que outro grupo de sapadores realiza operações do género na zona fronteiriça de Calueque, município de Ombadja, que tem uma extensão de 52. 477 metros quadrados.
Nesta área vai ser construído um parque de estacionamento das Alfândegas e outras infra-estruturas sociais, ao longo do perímetro fronteiriço, referiu.
O Instituto Nacional de Desminagem no Cunene, durante o ano de 2009, desactivou e destruiu 12 minas anti-tanque, uma anti-pessoal e 152 engenhos explosivos não detonáveis.
O proceso de desminagemé levado a cabo noutras províncias.

Tempo

Multimédia