Províncias

Salas do Cunene com psicólogos

Adelaide Mualimusi | Ondjiva

Professores da escola do I ciclo “Comandante Cow Boy” salientaram num seminário, em Ondjiva, a importância da presença regular de psicólogos nas instituições do ensino especial para facilitar a aprendizagem nos alunos.

Esta foi uma das recomendações de um seminário que preparou cerca de 30 professores nas áreas auditiva e visual.
Os professores recomendaram igualmente a criação em todas escolas de espaços que facilitam o ensino do braille e da língua gestual para permitir que os portadores de deficiências auditivas e visuais possam manter comunicação regular, sem preconceitos, com as pessoas que os rodeia e terem vida independente.
Também sublinharam a importância do apoio e da orientação dos formadores provinciais na continuação de acções de preparação de outros professores em todas as escolas do primeiro ciclo da província e da criação de especialidades de ensino especial e práticas educativas no ensino primário e primeiro ciclo.
Durante o seminário, que se estendeu por cinco dias, foram ministradas matérias relacionadas com a história do sistema braille, alfabeto e técnica de escrita, símbolos matemáticos em braille, manuseamento da reglete e da máquina braille, alfabeto gestual, formação de palavras, dias de semana e meses do ano, através de gestos. O seminário destinou-se a favorecer a aprendizagem e o ensino da língua gestual.

Tempo

Multimédia