Províncias

Seca causa a morte de cabeças de gado

A escassez de água e pasto, resultante da seca que assola a província do Cunene desde Maio último, provocou a morte de 55.718 cabeças de gado de várias espécies.

Situação é desoladora para os criadores
Fotografia: Jornal de Angola

A informação consta do relatório sobre a situação da seca na província do sul de Angola, apresentado pelo director Provincial da Assistência e Reinserção Social, Mateus Ndelipupio, que acrescenta que dos animais que morreram constam 50.956 bovinos, 2.658 caprinos, 2.021 suínos e 83 equinos. A seca afectou 1.167.497 de cabeças de gado nos seis municípios da província.
Mateus Ndelipupio revelou que a situação é desoladora para os criadores locais que têm o gado como fonte de rendimento, forçados a fazer transumância para locais de concentração de capim, onde vão permanecer até a renovação do pasto.
Devido à seca, o Executivo traçou um programa de ajuda  alimentar às famílias afectadas, distribuindo motobombas para a prática de horticultura, 220 toneladas de fertilizantes e 800 charruas.

Tempo

Multimédia