Províncias

Sistema de tratamento em fase de apreciação

Domingos Calucipa| Ondjiva

A cidade de Ondjiva, capital da província do Cunene, pode ganhar, nos próximos dois anos, um sistema de tratamento de águas residuais, para melhorar o saneamento da urbe e garantir a qualidade de vida dos seus habitantes.

A cidade de Ondjiva, capital da província do Cunene, pode ganhar, nos próximos dois anos, um sistema de tratamento de águas residuais, para melhorar o saneamento da urbe e garantir a qualidade de vida dos seus habitantes.
O projecto, orçado em cerca de 11,4 milhões de dólares, foi apresentado quarta-feira aos membros do governo e aos empreiteiros da província pela empresa consultora SETEC, de nacionalidade austríaca e baseada na Namíbia. 
A empreitada vai compreender a construção de uma rede de tubagem no casco urbano da cidade e vários pontos de bombeamento que vão lançar a água ao centro de  tratamento do líquido.
Evangelista Kamaty, da direcção provincial da Energia e Águas, considera uma mais- valia o projecto, já que a cidade se situa numa zona plana que não permite a drenagem natural das águas produzidas pelos moradores.
O projecto, disse, vai merecer, nos próximos dias, a apreciação e aprovação do governo da província, e uma vez concretizado, vai beneficiar a população da cidade, no que diz respeito à higiene e diminuição das doenças de origem hídrica.
As águas, depois de tratadas, podem ser aproveitadas para a irrigação, por conterem alto teor de minerais que contribuem para o bom desenvolvimento das plantas.

Tempo

Multimédia