Províncias

Sistemas movidos por energia solar

Elautério Silipuleni | Ondjiva

O Governo Provincial do Cunene pretende abrir nos próximos anos furos e sistemas integrados de abastecimento de água equipados com processo de bombagem e alimentados por energia solar, anunciou o governador na feira do gado.

António Didalelwa disse que o objectivo é atenuar os efeitos da seca que anualmente afecta as pessoas e o gado e que as famílias vítimas da situação precisam de apoio, principalmente de água.
O governador afirmou que os trabalhos da conduta de água Xangongo/Ondjiva estão avançados e que a ideia é abrir mais canais de transporte e abastecimento para as zonas rurais.
“As forças da natureza estão a pôr à prova as nossas capacidades, mas estamos determinadas a resistir até a vitória”, referiu.
Sobre as festas na província, declarou que, apesar das dificuldades, foi decidido realizá-las, bem como a feira de gado, e aproveitar a ocasião para inaugurar algumas infra-estruturas sociais em todos os municípios.
A feira de gado, referiu, demonstra que a província está cada vez mais forte, além de permitir a troca de impressões sobre agro-pecuária, comércio e toda actividade socioeconómica. António Didalelwa afirmou que uma das formas de combater a seca é dotar os fazendeiros com tractores, alfaias, adubos e fertilizantes para aumentar a produção e criar mais postos de trabalho.
Também considerou importante criar mecanismos que permitam ao Governo Provincial adquirir a produção para garantir a segurança alimentar, mas que para isso é preciso construir silos em todas as comunas para armazenar os cereais e desenvolver o comércio rural
O governador referiu a importância de reabilitar e construir estradas secundárias e terciárias para o escoamento dos produtos, de utilizar a mecanização agrícola e realizar estudos para a instalação de fábricas de transformação de alimentos.  Os criadores tradicionais de gado na província do Cunene prolongaram este ano a transumância para proteger o gado das consequências da seca.

Campanha de vacinação

O governador António Didalelwa revelou que estão a ser desenvolvidos esforços para vacinar o gado em transumância e que a criação de circuitos de venda de animais é uma das soluções para o problema da falta de alimentos província.
A província do Cunene, referuiu o governante,tem mais de 1,4 milhões de cabeças de gado.

Tempo

Multimédia