Províncias

Situação da malária regista bons indicadores

A situação da malária está controlada a nível da província do Cunene, apesar de a doença ainda ser tida como uma principais causas de internamento e de mortalidade, revelam dados do inquérito de indicadores múltiplos de saúde (IIMS), realizado entre 2015 e 2016, pelo Instituto Nacional de Estatística (INE).Os dados apresentados pelo responsável do INE, no Cunene, José Pedro Jacinto, consideram positiva a realidade da província do Cunene quanto à situação epidemiológica da malária, saúde reprodutiva, nutrição e do VIH.

Tempo

Multimédia