Províncias

Técnicos da saúde fizeram formação

Elautério Silipuleni | Ondjiva

Técnicos de saúde de unidades sanitárias dos municípios do Cuanhama, Namacunde, Ombadja, Curoca, Cuvelai e Cahama, província do Cunene, terminaram na cidade de Ondjiva um seminário sobre gestão de casos de malária.

Medicamentos diversos para combater a malária que afecta crianças e mulheres grávidas
Fotografia: Jornal de Angola

Técnicos de saúde de unidades sanitárias dos municípios do Cuanhama, Namacunde, Ombadja, Curoca, Cuvelai e Cahama, província do Cunene, terminaram na cidade de Ondjiva um seminário sobre gestão de casos de malária.
Promovido pela empresa de consultoria de gestão e administração em saúde “Consaúde”, através do programa O mufiati, o seminário abordou temas como a malária simples, grave e complicada e malária na gravidez.
A definição de casos de malária, sintomatologia e tratamento da malária simples e grave e manuseamento correcto dos testes e diagnósticos rápidos foram, também, ministrados nesta acção formativa.
O coordenador do programa de malária na província do Cunene, Zeferino Meya, disse que a acção formativa consta de um programa de parceria entre a Direcção da Saúde e outros parceiros no programa de luta contra a malária.
Reafirmou a meta da redução em 80 por cento da mortalidade por malária até ao ano de 2015 pelo que, disse, exige a actualização constante de conhecimentos dos profissionais da saúde colocados nas diferentes unidades sanitárias do Cunene.
A organização não governamental, “Consaúde” está a executar projectos ligados ao melhoramento da saúde na província do Cunene, apoiando a Direcção da Saúde na melhoria da saúde materno infantil com a prestação de serviços ao nível primário. Esses serviços são garantidos por duas clínicas móveis e formação de técnicos de saúde sobre as principais doenças que afectam principalmente as crianças e mulheres grávidas, o controlo das grandes endemias como malária, tuberculose e HIV/ Sida.

Tempo

Multimédia