Províncias

Valorização dos serviços públicos em análise

Elautério Silipuleni | Ondjiva

A redução de forma rigorosa e profissional do tempo de atendimento e de resposta ao cidadão, assim como criar procedimentos fáceis que transmitam qualidade, eficiência e transparência dos serviços, foi ontem  pedida aos funcionários públicos pelo  vice-governador do Cunene para o sector técnico e infra-estruturas.

Ao discursar na abertura do seminário sobre “O programa de valorização dos serviços públicos”, realizado pelo Ministério da Administração Pública, Trabalho e Segurança Social, em parceria com a Escola Nacional de Administração e Governo local, Cristino Mário Ndeitunga afirmou que a valorização do serviço público passa pela formação e acções complementares que visam profissionalizar, qualificar e promover a administração pública e a qualidade de vida do funcionário, com o objectivo de motivá-lo a melhorar a sua prestação de serviço.
O Governo, acrescentou, pretende adoptar medidas que permitam transformar a administração pública num ambiente atractivo e de confiança para os servidores públicos e os cidadãos. />O vice-governador provincial referiu que a acção visa melhorar a prestação de serviços ao público. “A melhoria da qualidade de vida das populações depende da qualidade e da quantidade dos serviços   prestados, por isso o Executivo aprovou o programa de valorização dos serviços públicos”, salientou.
O administrador da Escola Nacional de Administração (ENAD), David Kinjica, explicou que o programa de valorização dos serviços públicos visa a melhoria da qualidade de atendimento ao público.
Segundo David Kinjica, os mecanismos reúnem um conjunto de acções que visam a valorização e motivação do servidor público, a melhoria dos serviços públicos e avaliação dos serviços públicos.

Tempo

Multimédia