Províncias

Várias vilas do Cunene têm energia restringida

Adelaide Mualimusi | Ondjiva

Uma avaria na linha de alta tensão que liga a barragem do Ruacaná à subestação de Omatango, Namíbia, deixou parcialmente às escuras no sábado a cidade de Ondjiva e as localidades de Namacunde e Santa Clara, na província do Cunene.

Cidade de Ondjiva está parcialmente sem energia eléctrica
Fotografia: Domingos Fernandes | Edições Novembro

De acordo com o chefe do Gabinete de Comunicação Institucional e Imagem da Empresa Nacional de Distribuição de Electricidade (ENDE), Luiz Capitango, que confirmou a informação, as referidas localidades do Cunene estão submetidas, por este facto, a restrições no fornecimento de energia eléctrica.
Luiz Capitango disse que as autoridades namibianas não esclareceram o tipo de avaria e  apenas deram garantias de que os técnicos locais “estão a fazer tudo para restabelecer o fornecimento da energia eléctrica às localidades angolanas afectadas”.
O chefe do gabinete de informação da ENDE afirmou que, “enquanto permanecer a avaria, as regiões afectadas na província do Cunene continuarão submetidas a restrições de energia, pois estão a ser abastecidas parcialmente a partir da central térmica de Ondjiva”.  
“Pedimos aos habitantes das localidades afectadas a máxima compreensão e paciência, já que brevemente a situação estará restabelecida”, garantiu.
A província do Cunene recebe energia eléctrica, desde 1999, a partir da estação de Onuno, situada na Namíbia, no quadro da cooperação entre os dois países.

Tempo

Multimédia