Províncias

Venda ilegal de terrenos combatida no Cuanhama

Dionísio David | Ondjiva

O administrador municipal do Cuanhama, Gonçalves Namueya, garantiu em Ondjiva que as autoridades vão adoptar medidas punitivas para acabar com a venda ilegal de terrenos por parte de cidadãos não autorizados.

As autoridades locais combatem também as construções anárquicas e em zonas de risco
Fotografia: Jornal de Angola

Gonçalves Namueya, que falava durante o acto de posse dos novos responsáveis da Administração do Cuanhama, disse também ser urgente o combate às construções anárquicas e em zonas de risco e à ocupação ilegal de reservas fundiárias.
Recordou que tais práticas constituem transgressões administrativas e sobre as quais os serviços de fiscalização vão ser mais activos e implacáveis. O administrador manifestou igualmente preocupação com a transformação, por alguns cidadãos, das chanas na periferia da cidade de Ondjiva em depósito de lixo e com as edificações frequentes sem o devido licenciamento.
“Devemos preservar, limpar e ordenar urbanisticamente as edificações da cidade de Ondjiva, que é a sala de visitas da província”, sublinhou Gonçalves Namueya.
O administrador do município em que se encontra a capital da província do Cunene, anunciou, por outro lado,  o início, ainda este ano, de um processo de loteamento de espaços para a auto construção dirigida, com vista a atender as necessidades da casa própria.

Tempo

Multimédia