Províncias

Vice-ministro pede maior celeridade na reabilitação da via Ondjiva/Cuvelai

O vice-ministro do Planeamento para Investimentos Públicos, Gualberto Campos, pediu, no domingo, em Ondjiva, maior celeridade na reabilitação e ampliação dos 166 quilómetros do troço rodoviário Ondjiva/Cuvelai.

O troço Ondjiva/Cuvelai vai dispor de uma plataforma com dez metros de largura
Fotografia: João Gomes

O vice-ministro do Planeamento para Investimentos Públicos, Gualberto Campos, pediu, no domingo, em Ondjiva, maior celeridade na reabilitação e ampliação dos 166 quilómetros do troço rodoviário Ondjiva/Cuvelai.
O pedido foi feito durante uma visita de verificação dos trabalhos da empreitada, avaliada em 29 milhões de dólares.
 O vice-ministro, que também coordena o Gabinete Técnico para Avaliação de Infra-estruturas Destruídas pelas Cheias em Ondjiva e Regulação da Bacia do Rio Cuvelai, afirmou que a visita permitiu-lhe inteirar-se do estado dos trabalhos, iniciados em 2006.
Gualberto Campos lembrou que o troço Ondjiva/Cuvelai está a ser reconstruído no quadro do Programa do Governo de Reabilitação das infra-estruturas Rodoviárias Nacionais, conduzido pelo Instituto de Estradas de Angola (INEA).
“Trata-se de um troço que atravessa zonas propensas a inundações, nas localidades de Onanuno e Omala, onde se estão a construir pequenas pontes com passagens hidráulicas”, disse.
O troço Ondjiva/Cuvelai vai dispor de uma plataforma com dez metros de largura: 3,5 para cada faixa de rodagem e 1,5 de bermas em ambos os lados. Até agora foi colocado asfalto em 23 quilómetros. Os outros 143 foram terraplenados.

Tempo

Multimédia