Províncias

Vila de Ongode tem novas salas de aulas

Dionísio David

Uma escola com seis salas de aula, cada uma com capacidade para 45 alunos, foi entregue ontem à população da localidade de Ongode, a 40 quilómetro a oeste da sede do município de Namacunde, Cunene, visando reduzir o número de crianças fora do sistema normal de ensino.

A escola, construída no quadro do programa de reabilitação e ampliação das infra-estruturas da direcção provincial da Educação, Ciências e Tecnologia, está devidamente apetrechada e custou aos cofres do Estado 18 milhões de kwanzas.  
Além de salas de aula, a escola tem gabinetes para o director e seu adjunto e aérea para a prática do desporto. Jaqueus Hidinua, em representação dos alunos e encarregados de educação, disse que o surgimento da escola constitui uma oportunidade ímpar para as crianças aprenderem a ler e escrever em melhores condições, pois muitas estudavam debaixo de árvores, o que dificultava a boa assimilação.
A comunidade de Ongode comprometeu-se a conservar a infra-estrutura posta à sua disposição, de modo a servir também as gerações vindouras.
O governador provincial do Cunene, António Didalelwa, disse que a construção de infra-estruturas sociais é um desafio do Governo local, com o objectivo de melhorar as condições de vida das comunidades, bem como aproximar os serviços básicos às populações. O governador António Didalelwa prometeu a construção, no próximo ano, de um edifício para a administração da aldeia, centro de saúde, residências para professores e enfermeiros e furos de água.
Segundo o governador, a construção das infra-estruturas de impacto social visa atrair os angolanos que vivem junto da fronteira com a Namíbia.
No mesmo dia, o governador António Didalelwa  inaugurou, na sede municipal de Namacunde, dez residências do tipo T3, para a acomodação dos quadros e funcionários da administração local, no âmbito das comemorações do 44º aniversário da província do Cunene.

Tempo

Multimédia