Províncias

Vítimas da seca receberam apoio de comida e roupa

Elautério Silipuleni | Ondjiva

Mais de 15 toneladas de bens de primeira necessidade, entre os quais roupa usada, destinadas às vítimas da seca na província do Cunene foram entregues na segunda-feira à Administração Municipal de Oncócua, pela Associação Agro-Pecuária, Comercial e Industria da Huíla.

Entre os bens oferecidos havia sobretudo, além do vestuário, arroz, fuba, feijão, sal, peixe seco, açúcar, massa de tomate, filtros de água, óleo alimentar e sabão.
O vice-governador provincial do Cunene para o sector Político e Social, Nascimento Veyeleinge, ao agradecer a oferta, desejou que haja mais iniciativas do género e  referiu que o Executivo continua apostado em que as vítimas da seca, que afecta principalmente as zonas rurais, tenham o necessário para viver.
Na província do Cunene há mais de 755 mil vítimas da seca, que desde 2011 atinge a região e mais de meio milhar de bovinos praticamente sem pasto, segundo dados da Protecção Civil.

Tempo

Multimédia