Províncias

Cunene insere mais crianças no sistema normal de ensino

Adelaide Mualimusi | Ondjiva

O director provincial da Educação em exercício do Cunene, Justino Chile, anunciou sexta-feira que, para este ano, foram matriculados 168.806 alunos no ensino primário em toda a extensão da província.

Foram matriculadas para o ensino primário mais de 160 mil crianças no Cunene
Fotografia: Jornal de Angola

O director provincial da Educação em exercício do Cunene, Justino Chile, anunciou sexta-feira que, para este ano, foram matriculados 168.806 alunos no ensino primário em toda a extensão da província.
Actualmente a província conta com 4.699 professores e, para assegurar o ano lectivo de 2010, pretende-se admitir mais 1.619 docentes, perfazendo um total de 6. 418.
Acrescentou que, para uma melhor qualidade do ensino, foi dada, durante a semana finda, em Ondjiva, formação aos professores de todos os municípios.
O governador provincial em exercício para o Área Económica e Social, Gerónimo Aleingue, ao presidir a abertura do ano lectivo na cidade de Ondjiva, no Instituto Médio de Administração e Gestão, disse que nos últimos anos o sector da educação tem tido um desenvolvimento significativo no aumento de mais salas de aulas e no ingresso de mais professores e alunos.
Frisou que o governo da província tem estado a desempenhar o seu papel, que consiste em construir mais escolas e formar mais professores, por isso o governo quer o maior desempenho por parte dos educadores.
O governador apelou aos encarregados de educação a ajudarem os professores na educação dos seus filhos, isto é no caso de acompanhamento das tarefas de casa e na pontualidade na ida a escola.
Antes da abertura do ano lectivo, o governador em exercício, directores provinciais, autoridades tradicionais e membros do governo do Cunene visitaram as escolas de formação de professores ADPP e a escola francesa EIFEL, onde receberam explicações sobre o funcionamento das actividades escolares e o internamento dos formandos.
O director da escola EIFEL, Pascoal Mailhard, disse que o colégio tem quatro salas de aulas, com capacidade para 96 alunos, um laboratório de física, outro de biologia, gabinete do director, sala para professores e casa de banho.
O director da escola disse que os melhores alunos vão ser acompanhados, desde o médio, na sua instituição, até ao ensino superior, fora ou dentro do país, na formação de engenheiros de petróleos.

Tempo

Multimédia