Províncias

Defendida no Uíge formação contínua dos professores

Joaquim Júnior | Uíge

O professor de psicologia do Instituto Superior de Ciências da Educação (ISCED) do Uíge, Dissengomoca Alexandre defendeu ontem a contínua formação pedagógica dos docentes para que sejam melhores na transmissão de conhecimentos aos alunos.

Fotografia: JAIMAGEM

O psicólogo falava numa palestra sobre “As normas de boa convivência entre professores e alunos”, na Escola do II Ciclo do Ensino Secundário do Quixicongo (ex-PUNIV do Uíge), promovida pelo Conselho Provincial da Juventude.
Dissengomoca Alexandre disse que a personalidade do aluno obriga o professor a ter conhecimentos pedagógicos que lhe permitem formar o aluno. “Tanto o professor como o aluno constituem unidades sociais em permanente formação. O aluno de hoje é o professor do amanhã, por isso quando é mal formado está sujeito a comprometer o futuro destes e de outros a quem tem a responsabilidade de transmitir conhecimentos académicos ou científicos”, disse.
O docente universitário referiu ainda que os professores e alunos constituem uma “família pedagógica” que deve conviver em harmonia e trocar experiências científicas ou relacionadas com as condutas sociais.
A convivência na diferença e o respeito mútuo são alguns princípios que devem ser respeitados por todos os membros de uma instituição escolar para o sucesso do ensino na região, acrescentou.
“Os professores assumem o papel da formação integral dos alunos e os educandos estão sujeitos às obrigações pedagógicas dos seus instrutores”.

Tempo

Multimédia