Províncias

Defendida protecção familiar na província da Kwanza-Sul

A directora da Família e Promoção da Mulher no Kwanza-Sul, Maria da Felicidade Cardoso, anunciou ontem, no Sumbe , que a  instituição vai apostar, este ano, na educação das comunidades, com vista ao combate à violência doméstica.

A directora da Família e Promoção da Mulher no Kwanza-Sul, Maria da Felicidade Cardoso, anunciou ontem, no Sumbe , que a  instituição vai apostar, este ano, na educação das comunidades, com vista ao combate à violência doméstica.
Em declarações à Angop, Felicidade Cardoso sublinhou que as estatísticas sobre a violência no lar dão à sua instituição indicadores da necessidade de trabalhar no sentido de proteger as famílias, sob pena de se continuar a assistir à desintegração das mesmas. "Temos de lutar contra a violência e outros males que afectam as famílias e nesta empreitada vamos trabalhar com os nossos parceiros sociais na defesa dos direitos da mulher,"  disse.
Aludiu ainda que as secções municipais trabalham no projecto "Angola Solidária” "que visa o resgate dos valores morais". "Os resultados são positivos, pois temos efectuado palestras junto de instituições do Estado e privados, associações de camponeses, escolas e nas comunidades, e acreditamos que, se forem acatados os conselhos, então estaremos a dar o nosso contributo no resgate dos valores morais e a participar na protecção de muitos males", rematou.

Tempo

Multimédia