Províncias

Desminado troço de passagem da fibra óptica da AngolaTelecom

Pelo menos, 273 quilómetros do perímetro por onde vai passar a fibra óptica da Angola Telecom, no troço rodoviário entre Soyo e Kuimba, na província do Zaire, foram desminados, de Janeiro a Novembro deste ano, pelo Instituto Nacional de Desminagem (INAD).

Pelo menos, 273 quilómetros do perímetro por onde vai passar a fibra óptica da Angola Telecom, no troço rodoviário entre Soyo e Kuimba, na província do Zaire, foram desminados, de Janeiro a Novembro deste ano, pelo Instituto Nacional de Desminagem (INAD).
 O anúncio foi feito, no sábado, em Mbanza Congo, à Angop, pelo chefe de Departamento Provincial do INAD no Zaire.
António Francisco Yesu disse que os trabalhos envolveram 43 técnicos e que foram recolhidos 165 engenhos explosivos não detonados, 43 munições de diferentes calibres e dez minas, sete anti-pessoais e três anti-tanques.
O Instituto Nacional de Desminagem no Zaire procedeu, no mesmo período, à recolha, entre outros engenhos explosivos, de 589 "Uxos", 35 minas, 3.721 munições e 29 armas obsoletas.
 O INAD, no Zaire, desenvolveu, também, campanhas de sensibilização junto das populações sobre o perigo das minas, tendo organizado palestras em toda a província.
A educação sobre o risco de minas, referiu, abrangeu, igualmente, os angolanos expulsos da República Democrática do Congo, que se encontravam concentrados em vários centros de acolhimento da região.
 De Janeiro a Novembro, o INAD no Zaire destruiu 4.550 engenhos explosivos não detonados.

Tempo

Multimédia