Províncias

Direcção da Saúde está a rever os documentos dos candidatos

Adelaide Mualimusi | Ondjiva

Os candidatos ao concurso público de ingresso no sector da Saúde, na província do Cunene,  foram convidados, sexta-feira, a retornarem aos postos onde efectuaram as inscrições para procederem à assinatura dos seus documentos, atendendo que muitos não assinaram os requerimentos.

Fotografia: DR

Segundo o presidente do júri, João Pedro, foi feita uma vistoria à documentação, e notou-se que grande parte dos candidatos não assinou os requerimentos, o que pode dar lugar à anulação das candidaturas.
O responsável disse estar preocupado porque notou-se que não havia assinatura em 123 processos do município do Cuanhama, dos 579 inscritos até sexta-feira para ingresso, actualização e promoção de categorias dos futuros profissionais de Saúde.
  João Pedro disse que as inscrições terminaram no  passado dia  1 de Outubro, “e até ao momento desconhece-se a realidade dos restantes municípios,  onde a situação é idêntica”.
O responsável informou que as inscrições estão a ser feitas pela Internet, mas a documentação é  entregue nos departamentos municipais da Saúde, onde é validada.
“Os postos onde estão ser entregues a documentação estão instruídos para informar, por  telefone ou outros meios,  os nomes  dos candidatos cujos processos foram validados”, disse, acrescentando que no ano em curso, a Direcção Provincial da Saúde tem disponível 206 vagas para médicos e enfermeiros.
A Direcção Provincial  da Saúde na província do Cunene recebeu, nos últimos dias, denúncias de que alguns concorrentes  terão apresentado documentos duvidosos, pelo que está a verificar a veracidade da denúncia.

Tempo

Multimédia