Províncias

Direcção local da Família regista seis casos de incesto

A Direcção Provincial do Huambo da Família e Promoção da Mulher registou, este ano, seis casos de incesto, entre pai e filhas e entre irmãos.
Os dados foram revelados, quarta-feira, pela directora da Família e Promoção da Mulher, Maria do Rosário Amadeu, durante uma visita dos membros da Associação Nacional de Luta Contra as Drogas ao Centro de Aconselhamento Familiar daquela instituição, na cidade do Huambo, no âmbito da jornada comemorativa do 26 de Junho, que decorre sob o lema “famílias sem drogas, sociedade educada”.

A Direcção Provincial do Huambo da Família e Promoção da Mulher registou, este ano, seis casos de incesto, entre pai e filhas e entre irmãos.
Os dados foram revelados, quarta-feira, pela directora da Família e Promoção da Mulher, Maria do Rosário Amadeu, durante uma visita dos membros da Associação Nacional de Luta Contra as Drogas ao Centro de Aconselhamento Familiar daquela instituição, na cidade do Huambo, no âmbito da jornada comemorativa do 26 de Junho, que decorre sob o lema “famílias sem drogas, sociedade educada”.
A responsável referiu que estes são os primeiros que vêem a público, significando que as pessoas ganharam coragem e vão deixar de dar cobertura a este comportamento anti-social, que atropela os princípios da cultura angolana. Maria do Rosário Amadeu manifestou a necessidade do reforço dos laços de colaboração na luta contra a violência doméstica entre as duas instituições.
“Este encontro é de grande relevância porque as drogas, particularmente o uso excessivo de bebidas alcoólicas e liamba, contribuem muito para a desestabilização da sociedade e das famílias”, revelou.
Referiu que foi possível traçar estratégias de colaboração, a fim de se combater o elevado índice de violência doméstica. Consta da estratégia traçada, a realização de palestras semanais no Centro de Aconselhamento Familiar, para explicar aos ofendidos e ofensores que os problemas devem ser encarados e não pensar que a embriaguês os resolve.
As consequências do uso excessivo de drogas, as vantagens do diálogo, respeito e amor ao próximo serão mensagens constantes no decorrer das palestras a serem realizadas pelos membros da Associação de Luta Contra as Drogas na Província.

Tempo

Multimédia